Formatar e/ou Renomear pendrives com Fat32

Comando simples para a criação ou formatação de pendrives com a utilização do sistema de arquivos Fat 32:

sudo mkfs.vfat -F 32 -n Store.it /dev/sdXX

Onde XX deve indicar o dispositivo. No meu caso utilizei /dev/sdc1.

Para se descobrir o dispositivo utilize o comando “df” para identificar o endereço lógico do pendrive.

A opção -F 32 define a tabela de alocação de arquivos em 32 bits.

A opção -n define o nome da partição, neste caso do pendrive.

Uma das vantagens da utilização deste comando é a possibilidade de se atribuir nomes para o dispositivo com a utilização de maiúsculas e minúsculas.

 

Sponsored Post Learn from the experts: Create a successful blog with our brand new courseThe WordPress.com Blog

Are you new to blogging, and do you want step-by-step guidance on how to publish and grow your blog? Learn more about our new Blogging for Beginners course and get 50% off through December 10th.

WordPress.com is excited to announce our newest offering: a course just for beginning bloggers where you’ll learn everything you need to know about blogging from the most trusted experts in the industry. We have helped millions of blogs get up and running, we know what works, and we want you to to know everything we know. This course provides all the fundamental skills and inspiration you need to get your blog started, an interactive community forum, and content updated annually.

Recuperação Fácil do Boot do Linux (grub)

 

sudo  grub-install  –root-directory=/mnt/distro    /dev/sda

 

Vivo instalando novas distribuições para conhecer as novidades. De vez em quando acontece alguma alteração que impede o acesso a alguma distribuição já instalada. Esse comando acima deve ser utilizado para recuperar a inicialização (boot) da distribuição que foi danificado.

Para fazer isso você precisa apenas montar a partição onde a distribuição está instalada em um diretório.  Nesse exemplo a partição foi montada na pasta /mnt/distro. O comando grub-install com a opção –root-directory identifica os arquivos de inicialização que estão naquela partição e instala na partição MBR (Master Boot Record (Registro Mestre de Inicialização)).

Por exemplo. Você tem uma partição com o Manjaro que por alguma razão não está inicializando. Para recuperar a inicialização você deve iniciar o computador com outra distribuição que esteja funcionando ou com um Live CD ou Live USB.

Crie um diretório para montar a partição que vai ser recuperada:

sudo mkdir /mnt/Manjaro

Monte a partição do Manjaro no diretório escolhido:

sudo mount -t ext4 /dev/sda3 /mnt/Manjaro

Execute o comando grub-install com a opção –root-directory indicando onde os arquivos de boot devem ser buscados

sudo grub-install –root-directory=/mnt/Manjaro /dev/sda

Voilà!!!

Agora é só reinicializar o computador e a distribuição Manjaro deverá ser inicializada.

 

 

 

 

Comando dpkg resumido / dpkg command summary

 

dpkg -i (–install) nome-do-pacote.deb

Instala pacote

 

dpkg -I (–info) nome-do-arquivo.deb

Exibe os cabeçalhos do pacote .deb

 

dpkg -c (–contents) nome-do-arquivo.deb

Exibe a lista de arquivos existentes no pacote.deb

 

dpkg -s (–status) nome-do-arquivo

Exibe o cabeçalho de um arquivo instalado

 

dpkg -S (–search) nome-do-arquivo

Informa o pacote que instalou o arquivo

 

dpkg -L nome-do-pacote

Lista os arquivos instalados pelo pacote

 

dpkg -l

Lista todos os arquivos instalados

 

dpkg -l | grep nome-do-arquivo

Exibe o nome do arquivo se ele estiver instalado

 

dpkg -r (–remove) nome-do-pacote

Desinstala o pacote

 

dpkg -P (–purge) nome-do-pacote

Além de desinstalar remove todos os arquivos de configuração, scripts, arquivos de log e outros arquivos do usuário.

 

 

 

 

 

 

Boot sofisticado no Linux / Incremente o menu de boot com o burg (Refine your boot menu with burg)

Instale o burg:
sudo add-apt-repository ppa:n-muench/burg
sudo apt-get update
sudo apt-get install burg burg-themes

 

Substitua o grub pelo burg:
sudo burg-install /dev/sda

 

Edite o arquivo de configuração:

gksu gedit /etc/default/burg

Deixe o valor “saved” para as variáveis abaixo:
GRUB_THEME=”saved”
GRUB_FOLD=”saved”

Escolha o tema da sua preferência:

sudo update-burg
sudo burg-emu ou sudo burg-emu -D

Digite “t” ou “F2” para escolher o tema.

Para fechar essa janela digite “F9” ou digite “c” para cair na linha de comando do grub e depois digite: “exit”

  

Dica importante: Altere a resolução da tela de boot com “F3”. importante

 

Escolha e baixe outros temas para o Burg:
http://www.deviantart.com/browse/all/?q=burg+themes

 

Para instalar os novos temas baixados basta extrair os arquivos compactados e movê-los para a pasta /boot/burg/themes. Exemplo:

mv Lightness /boot/burg/themes/

 

Outra alternativa é configurar o próprio grub com o Grub Customizer:

sudo add-apt-repository ppa:danielrichter2007/grub-customizer
sudo apt-get update
sudo apt-get install grub-customizer

 

Outros endereços mais completos sobre o assunto:

https://doncoruja.wordpress.com/2014/01/04/burg-gerenciador-de-boot-grafico/

http://ubuntuieu.blogspot.com.br/2010/11/instalando-burg-no-ubuntu-1010.html

 

Voilà

 

 

Como desabilitar a verificação automática de disco no Ubuntu Linux (How to disable disk automatic check on Ubuntu Linux)

Para desabilitar a verificação, vá em Aplicativos – Acessórios – Terminal e digite:

$ sudo tune2fs -c 0 /dev/sda1

Para modificar quantas vezes o sistema deve ser inicializado antes que ocorra uma verificação forçada, digite:

$ sudo tune2fs -c número /dev/sda1

Onde número é o número de vezes.

Fazer um USB de boot pela linha de comando (making a usb boot disk by command line)

Primeiro instale o gddrescue
sudo apt-get install gddrescue

Para saber o dispositivo onde está o pendrive utilize o comando lsblk
lsblk

Depois grave a imagem iso no disco usb
sudo ddrescue -D –force ubuntu-mate-16.04-desktop-i386.iso /dev/sdx

Download pela linha de comando ( How to do a automatic download from a website via terminal – command line )

Quer evitar aquela decepção de ter que reiniciar, mais uma vez, aquele download que já estava quase no fim?

Use o comando “wget” com o parâmetro “-c”

wget -c https://bistrunka.files.wordpress.com/2010/02/tonyp_b.jpg

O camando wget permite baixar qualquer tipo de arquivo. Com o parâmetro “-c” ele reinicia o download automaticamente do ponto onde parou até baixar completamente o arquivo.

 

 

 

Montando CD ou DVD

Para montar um CDROM:

mount -t iso9660 /dev/sr0 /media/cdrom

Para montar um DVD

mount -t udf /dev/sr0 /media/cdrom

 

Na dúvida utilize o comando mount sem definir o tipo do sistema de arquivos:

mount /dev/sr0 /media/cdrom

 

Substitua o /dev/sr0 pelo endereço do dispositivo do seu computador.

 

Corrigindo erro de chaves de autenticação GPG ( Correcting error authentication keys GPG )

A instalação de vários repositórios pode ocasionar erros no processo de autenticação por chaves GPG.

Quando isso ocorre recebemos a seguinte mensagem durante a atualização do sistema (apt-get update):

W: Erro GPG: http://br.archive.ubuntu.com vivid Release: As assinaturas a seguir não puderam ser verificadas devido à chave pública não estar disponível: NO_PUBKEY 40976EAF437D05B5 NO_PUBKEY 3B4FE6ACC0B21F32
W: Erro GPG: http://br.archive.ubuntu.com vivid-updates Release: As assinaturas a seguir não puderam ser verificadas devido à chave pública não estar disponível: NO_PUBKEY 40976EAF437D05B5 NO_PUBKEY 3B4FE6ACC0B21F32
W: Erro GPG: http://br.archive.ubuntu.com vivid-backports Release: As assinaturas a seguir não puderam ser verificadas devido à chave pública não estar disponível: NO_PUBKEY 40976EAF437D05B5 NO_PUBKEY 3B4FE6ACC0B21F32
W: Erro GPG: http://security.ubuntu.com vivid-security Release: As assinaturas a seguir não puderam ser verificadas devido à chave pública não estar disponível: NO_PUBKEY 40976EAF437D05B5 NO_PUBKEY 3B4FE6ACC0B21F32
W: Erro GPG: http://repo.uniaolivre.com trusty Release: As assinaturas a seguir não puderam ser verificadas devido à chave pública não estar disponível: NO_PUBKEY C77165CFAB0E3022

Para corrigir este erro rode os seguintes comandos:
sudo rm /etc/apt/trusted.gpg.d/*
sudo apt-key adv –recv-keys –keyserver keyserver.ubuntu.com C2518248EEA14886 C777F0E392FAE28B

Não esqueça de substituir o número da chave pública utilizada nesse exemplo pelo número utilizada no seu computador.